Total de visualizações de página

sábado, 6 de abril de 2013

Atraso de salário em empresa terceirizada de limpeza gera protestos em Lauro de Freitas

As diretorias do Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza no Estado da Bahia (Sindilimp-BA) e da Central Única dos Trabalhadores (CUT-BA) reivindicam o pagamento dos salários atrasados há dois meses dos trabalhadores terceirizados que prestam serviços para a Secretaria Estadual de Educação através da Assemp Gestão Empresarial. Além dos salários, também se encontram atrasados os fornecimentos de vales transportes, tíquetes alimentação e demais direitos trabalhistas assegurados pela Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e legislação em vigor.
"É uma vergonha o que presenciamos na assembleia realizada na manhã desta terça-feira, 2, na sede do Sindilimp-BA. São diversas mães de famílias desesperadas sem como sustentar seus filhos naquilo que é mais básico como a alimentação. O governo estadual é responsável também porque entendemos que quem contrata uma empresa inidônea é solidário na responsabilidade”, afirma Ana Coelho Rabello, coordenadora do Sindilimp-BA.
Conforme decisão da assembleia, as trabalhadoras da Assemp estão em Lauro de Freitas, na sede da empresa na Rua Valdomiro Rodrigues, s/nº, Edifício Cris, onde exigem o pagamento de tudo que é devido. “Um elemento que não quer se identificar e diz ser gerente da Assemp tentas intimidar e bater nos manifestantes, em sua maioria mulheres.


Nenhum comentário:

Postar um comentário